The Church Historian's Press The Church Historian's Press

18

Toda irmã deve seguir avante

Sociedade de Socorro de Kanab

Schoolhouse, Kanab, Território de Utah

13 de fevereiro de 1881


Eliza R. Snow

Eliza R. Snow Por volta de 1875. Eliza R. Snow era poetisa, viajante mundial e uma líder renomada da Igreja. Graças ao seu trabalho de preservação do Livro de Atas da Sociedade de Socorro de Nauvoo, ela fez uma conexão eficiente entre a sociedade de Nauvoo e o ressurgimento da organização no Território de Utah. Ela levava consigo o Livro de Atas quando visitava as comunidades mórmons, ajudando a organizar as mulheres e encorajando-as a falar em público. Fotografia de Charles Carter (Biblioteca de História da Igreja, Salt Lake City.)

Em 13 de fevereiro de 1881, Eliza Roxcy Snow (1804–1887) discursou para as mulheres em Kanab, Território de Utah, cerca de 483 quilômetros ao sul de Salt Lake City, sobre a busca pessoal de salvação.1 Três meses antes, Eliza Snow partira de Salt Lake, em companhia de Zina D. H. Young, em uma longa viagem de visita às comunidades dos santos dos últimos dias no sul de Utah.2 Elas planejaram participar de ordenanças realizadas no templo de St. George, o único templo da Igreja em funcionamento na época.3 Elas também visitaram e organizaram a Sociedade de Socorro, a Associação de Melhoramentos Mútuos das Moças (AMM-M) e a Primária em vários lugares no centro e no sul de Utah.4

Eliza Snow e Zina Young passaram a segunda semana de fevereiro em Kanab, cerca de 130 quilômetros a leste de St. George, próximo à fronteira do Arizona.5 Por estar em um local isolado, essa comunidade raramente recebia visitantes. O presidente da Estaca Kanab, John Nuttall, havia escrito anteriormente “Não temos o privilégio de receber a visita de nossas irmãs da liderança geral pois todo o tempo delas está preenchido com viagens e visitas para os que estão cercados pelas influências externas”.6 Enquanto permaneceram em Kanab, Eliza e Zina participaram de um piquenique de ala, organizaram a Primária da estaca e das alas, reuniram-se com a Sociedade de Socorro e com a AMM-M e organizaram uma associação para produção de tecido de seda.7 No domingo, 13 de fevereiro, Eliza Snow, Zina Young e Minerva Snow, presidente da Sociedade de Socorro da Estaca St. George, discursaram em uma reunião combinada da Sociedade de Socorro e da AMM-M.8

As mulheres de Kanab deram as boas-vindas formais às visitantes de Salt Lake City, saudando-as como: “Senhoras Pioneiras”, “Mães em Israel” e “Presidentes de todas as mulheres”.9 Em junho de 1880, Eliza Snow fora chamada como presidente geral da Sociedade de Socorro e havia escolhido Zina Young para ser sua primeira conselheira.10 Nesse chamado, Eliza Snow tinha a autoridade de supervisionar todas as organizações das mulheres da Igreja. Seus relacionamentos pessoais também contribuíram para sua posição de destaque na sociedade dos santos dos últimos dias. Ela foi esposa plural de Joseph Smith e depois que ele morreu, casou-se com Brigham Young. Eliza passou a usar o sobrenome Smith em 1880, depois da morte de Brigham Young em 1877, da morte de Emma Smith em 1879, e de seu chamado como presidente geral da Sociedade de Socorro em 1880.11 Ela acreditava, e ensinou para as mulheres de Kanab, que cada mulher é responsável por sua própria salvação.

A irmã Snow Smith disse que houve um tempo que pensávamos que nossos maridos nos salvariam, independentemente dos nossos próprios esforços. Agora entendemos que, em vez de depender inteiramente de nosso marido para alcançar a salvação e a exaltação, nós temos que trabalhar pessoalmente para alcançá-las.12 A responsabilidade e o trabalho que recai sobre as mulheres está se tornando cada vez mais importante. Quando as mulheres são refinadas, a sociedade é reformulada. E o bem-estar dos filhos depende muito de sua influência e exemplo. Nossas sociedades de socorro devem ajudar os bispos e assumir muitos dos cuidados que estão sob sua responsabilidade. Estamos organizadas nas estacas e nas alas e é necessário que cada irmã siga avante, se envolvendo neste trabalho para o benefício de suas filhas. O Senhor quer que sejamos um povo eleito. Sinto que não nos aproximamos do Pai tanto quanto deveríamos. Quando conseguirmos vencer nossos próprios desejos naturais, receberemos salvação. “Eu diria às minhas jovens irmãs, nunca deixem de cumprir um dever.13 Deus tem-lhes mostrado o caminho para que se tornem rainhas e sacerdotisas em Seu Reino, se viverem para isso”.14