The Church Historian's Press The Church Historian's Press

2

Adão-ondi-Amã

Reunião para bênçãos patriarcais

A casa do Senhor, Kirtland, Ohio

14 de setembro de 1835


Não era incomum para Elizabeth Ann Smith Whitney (1800–1882) se expressar por meio da música no Templo de Kirtland, Ohio. Ela cresceu em uma família refinada de Connecticut, apreciava cantar e dançar e foi reconhecida ao longo da vida por seu talento com a voz.1 Embora ela e o marido, Newel K. Whitney, não pertencessem a uma denominação religiosa antes de 1830, ela se descrevia como sendo “naturalmente religiosa”, com o desejo de conhecer diversas igrejas.2 Ela lembrou: “Estávamos orando para saber do Senhor como poderíamos obter o dom do Espírito Santo. (…) Queríamos saber como receber o Espírito e os dons concedidos aos antigos santos”. Em resposta às suas orações, Whitney afirmou que os dois sentiram a presença do Espírito do Senhor, tiveram uma visão de uma nuvem celestial de onde ouviram uma voz ordenando que se preparassem para receber a verdade.3 No final de 1830, a família Whitney conheceu a Igreja de Cristo, como era conhecida na época, em Kirtland, por meio do missionário Parley P. Pratt. Eles foram batizados em novembro daquele ano.4

Muitas pessoas, no século 19, descreviam experiências com sonhos, visões, curas e o dom de falar em línguas, pois acreditavam que os dons espirituais do Novo Testamento estavam disponíveis em seu tempo.5 Na tradição mórmon inicial, os homens e as mulheres falavam e cantavam em línguas e traduziam entre si em ambientes públicos e privados.6 No dia 14 de setembro de 1835, Whitney e muitos outros se reuniram no Templo de Kirtland parcialmente construído para receber uma bênção patriarcal de Joseph Smith Sr., o patriarca da Igreja. Ela registrou as “grandes manifestações de poder” ocorridas nessas reuniões.7 Pratt comentou que, durante aquele mesmo período, “muitas pessoas recebiam manifestações do Espírito e viam e ouviam coisas inexprimíveis. Muitos recebiam a ministração de anjos, o dom de cura e o de falar em línguas”.8 Na bênção dada a Whitney, Joseph Smith Sr. lhe prometeu o “dom de cantar de forma inspiradora”. Joseph Smith Jr. disse que ela nunca perderia esse dom se o usasse com sabedoria.9 Depois de receber essa bênção, Whitney cantou em línguas e sua canção foi interpretada por Pratt. As palavras de sua canção foram interpretadas por Pratt e registradas por um escrevente desconhecido. Whitney guardou a cópia original, que foi publicada muitos anos mais tarde no Woman’s Exponent.10 Sua canção reproduzida aqui sobre Adão-ondi-Amã exemplifica a forma do discurso carismático do século 19. A métrica e o tema são similares aos do hino de William W. Phelps: “Adão-ondi-Amã”.11

Nos dias antigos vivia um homem,

Em meio a um agradável jardim,

Onde lindas flores imortais floresciam

E espalhavam um agradável perfume

Eis que seu nome era Adão.

Um dos nobres da terra.

Poderoso para abençoar;

Tendo recebido o sacerdócio, partiu12

Abençoou sua semente e a terra

Para que a possuíssem.13

Ele os selou para a vida eterna.

Com todas as suas gerações

Que seguissem o plano do evangelho.

Até os anos finais dos homens —

Uma multidão de nações.

Isaque e Jacó, por sua vez,

Tinham o poder de abençoar seus filhos:14

Por isso, Jacó, por sua fé, aprendeu

E deu instruções aos seus

Para que fossem transmitidas a Canaã.15

Pelo mesmo Espírito, deu José

Uma grande e poderosa bênção

A Efraim e também a Manassés,16

Sua semente seria levada

Por distantes e angustiantes jornadas.

E, com semelhante fé, construíram um navio.

E cruzaram o poderoso oceano,17

Receberam uma terra escolhida e

Previram o nascimento do grande Messias,

E as grandes manifestações que seguiriam.18

* * * * * * * *

O sagrado sacerdócio permaneceu

Com todo o poder e glória,

Até que os sacerdotes de Deus foram mortos,

Seus registros ocultados de homens iníquos

No Monte Cumora.

Seus remanescentes mergulharam em pesar.

Tornaram-se um povo decaído.

Condenados à miséria e aos infortúnios,

Seus lindos campos cobertos na escuridão,

Governados por nações dos gentios.

Mas agora o sacerdócio está restaurado,19

E partilhamos de suas bênçãos;

Nossos queridos pais e filhos

Como a última geração de José,

Receberão sua herança.

Assim como Adão, sua família, abençoou

Em Adão-ondi-Amã.20

Assim também nossos antigos pais abençoem

Sua semente que vive em retidão.

Na terra de Sião.21